top of page

Riscos à Saúde tratados como normalidade na Internet

Atualizado: 27 de nov. de 2023

Da automutilação a falta de irresponsabilidade de médicos e de interlocutores de mídia.


Em função do absurdo (e irresponsabilidade de que apoiou e realizou) que vi estes dias de um senhor elaborando um personagem "público" na forma de modificação visual e funcional no corpo (de forma irreversível) evidencia esta prática como "escolha" e "ato natural", e que na verdade pela medicina e pela ciência que trata a saúde mental, não é nada natural e sim evidência e indícios de que algo não vai nada bem.


Este artigo NÃO DEVE SER UTILIZADO para diagnósticos e sim como um ALERTA quanto aos risco à saúde no tocante aos conteúdo veiculados em rede.


"A busca por certas modificações corporais pode ser uma forma de o indivíduo alcançar uma nova identidade, através de uma nova imagem e isto, com o fim de ser diferente, de se individualizar das demais pessoas". (VIERIA, 2015, p)


O professor Sócrates A. Nolasco Professor do Instituto de Psicologia da UFRJ na Revista Mal Estar e Subjetividade (ISSN 2175-3644) considera a afirmação de Gray (1987) sobre as práticas das modificações corporais como uma correlação entre elas e alguma psicopatologia do sujeito, exceto os que se tatuam ou tenham piercing. O contato do sujeito consigo mesmo, onde superar talvez seja o esforço que o motive a, intencionalmente, marcar seu corpo". Sobre a questão da prática da dor.


Anúncios e veiculações de risco à saúde

Um procedimento médico , principalmente os invasivos e de média e alta complexidade são de risco, dolorosos, delicados e DEVEM seguir protocolos. Nem mesmo médicos ou agentes e profissionais de saúde podem anunciar tratamentos de forma pública, tendo em vista a necessidade de avaliações considerando que a falta de pode colocar a saúde e a vida e risco do paciente.


Responsabilidade civil na internet e algumas limitações de assuntos de saúde

A responsabilidade civil dos provedores, de quem promove e de quem verbaliza o escreve algo na internet é quase a mesma, e esta é subsidiária quando houver o descumprimento de ordem judicial para excluir ou manter o conteúdo. Vejamos sobre responsabilidade e o Marco civil:


_ Sobre a responsabilidade da Internet?

  • Garantia da liberdade de expressão;

  • Comunicação e manifestação de pensamento, nos termos da Constituição Federal;

  • Proteção da privacidade;

  • Proteção dos dados pessoais, na forma da lei;

  • Preservação e garantia da neutralidade de rede.


_ Sobre o Marco Civil da Internet


Neutralidade da rede. Impede que provedores conexão de rede cobrem valores diferentes dos usuários em função do que acessam. Liberdade de expressão. Garante que todas as pessoas tenham igual direito de difundir informações e opiniões na rede, porém neste caso a legislação sobre os serviços de saúde imperam sobre o direito de expressão e anúncio.


Impactos e consequências

Algumas reportagens mostram pacientes que tiveram depressão e chegaram ao suicídio em função de procedimentos irreversíveis e que causaram arrependimento e outros mal conduzidos e realizados. O fator financeiro também é de alta relevância visto que alguns procedimentos custam a vida e outros são caros e talvez sem sentido, um investimento desnecessários.


Um exemplo recente de "absurdo" dado como normal

Esta opinião e com base na narrativa do próprio personagem e pessoas apresentada como "Diabão do Prado" que se apresenta com quase toda parte do corpo tatuada, mutilações em todo o corpo perdendo a sua funcionalidade principal, trazendo risco à saúde e colocando atos como o canibalismo de parte do seu próprio corpo como uma ato de normalidade que nunca foi.


As modificações vai de Tatuagens pelo corpo todo, serragens nos dentes, amputação de um dos dedos das mãos, tatuagem nos olhos (tintura nos olhos), amputação de parte das orelhas, amputação dos mamilos, Amputação de dois dedos das duas mãos, e junção de dois dedos nas duas mãos são abissais, traumatizantes e chega ao nível irresponsável, pois mostra com naturalidade amputações que tiram a função mínima e básica de membros e partes do corpos essenciais à sobrevivência.


A narrativa deste senhor citado e o seu personagem e a "suposta e alusiva" imagem de bem estar, podem trazer sequelas para quem assiste considerando que o históricos do citado, segundo o próprio em mais de uma entrevistas como: tentativas de suicídio, dependências química e históricos de depressão. um estado e histórico delicado para tomada de decisões como citadas acima que coloca a saúde em risco e são irreversíveis, exceto em cirurgias de alta complexidade como o implante, quando há a possibilidade e o organismo responde posteriormente.


Não o condeno, mas sim sinto pesar pela situação e penso no critério de quem realizou ou participou destas cirurgias e na ética dos envolvidos.


Alguns transtornos que "podem" levar ao que foi citado acima e aos exageros ou são a origem e atos lesivos à saúde.

Os atuais e noticiados casos dos crimes envolvendo canibalismo estão relacionados à transtornos mentais como a Esquizofrenia Paranoide e dentre outros mais graves. Cito estas duas condições em meio de muitas outras que podem levar às pessoas a se mutilarem e realizarem modificações irreversíveis ao corpo.


Transtorno dismórfico corporal - É a preocupação com um ou mais defeitos inexistentes ou sutis da aparência causa forte angústia, prejudica a capacidade funcional, somado à intenção e tentativas suicidas (até 30% com sucesso); transtorno depressivo; transtorno de ansiedade social e transtorno obsessivo-compulsivo.


Canibalismo (antropofagia) - Também conhecido como exocanibalismo ou exofagia é comportamento predatório, "criminoso" de comer várias parte do corpo do "ser humano", originado em rituais de povos antigos com a crença de "vingança" de pessoas mortas. A palavra tem origem "antropófago" (do grego anthropos, "homem" e phagein, "comer").


Existe uma prática sempre associada ao esporte radical chamado de "Suspensão de corpo", que é uma prática de suspensão do corpo por ganchos que perfuram a pele. Também um ato bem lesivo e de risco ao corpo considerando que a pele é o maior órgão do corpo humano e dentre uma de suas principais funções é a proteção dos órgãos internos.


Na Revista Mal Estar e Subjetividade (ISSN 2175-3644), Sócrates A. Nolasco, Professor do Instituto de Psicologia da UFRJ também acredita que a experiência de dor, no caso de modificações no corpo, inicia um contato do sujeito consigo mesmo, à luz de lembranças e experiências que já viveu e que foram superadas. Superar talvez seja o esforço que o motive a, intencionalmente, marcar seu corpo, sendo.


As pessoas que modificam os seus corpos de forma radical percebem a dor dos procedimentos menor do que a falta de receptividade do mundo para suas angustias. Não havendo distinção entre o sujeito e o corpo, se ele é o corpo, marcá-lo pode ser compreendido como um modo de apropriar-se de si mesmo.


Um a parte sobre a rainha mãe dos sentidos - a visão

O Eyeball é feita pela injeção de tinta debaixo da parte branca dos olhos, a região branca dos olhos. O oftalmologista Alfredo Tranjan, afirma a ainda não existe um estudo científico declaratório sobre os tóxicos presentes na tinta e aponta alguns riscos como: uveíte (infecção na íris); risco de micro perfuração; pressão ocular, resultar em glaucoma ou cegueira pelo excesso de tinta.


Alguns casos de modificação "corporal"

No tocante à riscos à saúde física e mental, um protocolo e curadoria deveriam ser elaborados para que fatos como estes não sejam colocados como opção ou modo de vida e de cultura e sim por necessidade sob um consenso médico inter e ou multidisciplinar com base científica.


Questões por opção


Bônus, focinho de cachorro - Morador da idade da Manaus - AM, implantou uma cara de cachorro, moldada aos poucos em sua cara. o corpo era comum, porém a cara de cachorro. As parte ele pegou num centro de Zoonoses.


Mutante deformado - nos EUA, um apaixonado por felinos fez cirurgias, cerrou os dentes, inserir bigodes, cerrou os lábios, colocou um rabo para ser parecer com gatos, porém cometeu suicídio dentro de sua casa, após seis meses de sua aparição na TV.


Homem Leopardo - um inglês que foi soldado da força armadas britânica por 30 anos, resolveu se parecer e viver como um leopardo tatuando todos o seu corpo, com um gasto de 30 mil dólares aprox. e decidiu viver longe de tudo e de todos.


Retirada da Costelas flutuantes - A retirada das costelas flutuantes também em função do afinamento da cintura, não é um procedimento não é aprovado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O resultado da retirada das costelas flutuantes são a dificuldade de respiração devido a (instabilidade no tórax); possíveis perfurações nos órgãos protegidos pelas costelas; problemas na postura e lesões devido a falta de proteção do intestino também parte da função das costelas flutuantes.


Questões culturais


Mulheres Girafas - Argolas desde a infância pela percepção de "beleza" e para a proteção contra ataques de tigres. (tribo Kayan, Tailândia). As argolas formam uma única peça de bronze, com aros enrolados cada vez mais pesada até chegar a 25 aros. Esta cultura não permite uma movimentação completa do pescoço e o músculo por não ser utilizado não tem força para sustentá-lo. O uso faz com quem os ombros e a clavícula desçam fazendo com que 4 vértebras passam a fazer parte do pescoço. Uma modificação agressiva ao corpo mediante também às dores constantes e agudas.


Pés de "Lótus" - Na China, crianças meninas tinha os pés quebrados e enrolados em bandagens entre 2 e 5 anos de idade em função da percepção de "beleza" com o objetivo de um casamento bom. o nome Lótus é devido ao fato da perfeição, logo o formato do pé deveria lembrar um botão de lótus. Um processo demorado e doloroso. Desta forma mal podia caminhar e muito menos correrem somados às infecções causadas pela mão lavagem e o corte de unhas, dificultadas pelo fato do pé estar enrolado nele mesmo.


Espartilhos - Os espartilhos eram utilizado com o intuito de afinar a cintura, porém causaram dores, desmaios e a alguns casos levava a morte mediante a dificuldade de respirar. O espartilho era feito de barbatanas aplicadas em “canais” costurados no tecido, chamados de canaletas de vime, junco ou até cartilagem de baleia. O corpo era agredido e com perdas de funções essenciais como a respiração com o objetivo da demonstrar algo que nem existia, a cintura fina.


Conclusão

No tocante à riscos à saúde física e mental, um protocolo e curadoria deveriam ser elaborados para que fatos como estes não sejam colocados como opção ou modo de vida, haja vista que em todos os casos o indivíduo possui histórico delicado e quiçá em alguns casos severo de depressão e não-adaptação à situações, ao meio e consigo mesmo, sendo situacional ou agravado, logo de forma alguma deve conter decisões irreversíveis e danosas como a deste caos citado acima.


A forma com que o jornalismo sério e comprometido deve ser espalhada, aonde nestas questões seja na forma de entrevistas, de reportagem, de matéria são colocadas opiniões de especialistas, indicadores e de profissionais multidisciplinares.


Dar a opinião e estar nesta condição é diferente de propagar isso de forma midiática como se fosse uma condição "normal" glamourizada pelo impulsionamentos de terceiros. A discussão não é quem está certo e errado e sim a condução destes procedimento mediante o fator psicológico, situacional e de vida destas pessoas.


Um questionamento fica neste encerramento: quando o suprimento corporal do modificado acabar, ou seja, não houver mais por onde ter modificações, para onde se irá?





Referências bibliográficas:








https://blog.tattoo2me.com/por-que-fazemos-modificacoes-corporais



https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-cerebrais,-da-medula-espinal-e-dos-nervos/doen%C3%A7as-causadas-por-pr%C3%ADons/kuru


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-de-sa%C3%BAde-mental/transtorno-obsessivo-compulsivo-e-dist%C3%BArbios-relacionados/transtorno-dism%C3%B3rfico-corporal


https://www.youtube.com/watch?v=kqm-SKA-g1Y


https://www.scielo.br/j/rbp/a/VcfdB7HS3DYHLXs4mPXpL8M/?lang=pt


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-de-sa%C3%BAde-mental/transtorno-obsessivo-compulsivo-e-dist%C3%BArbios-relacionados/transtorno-de-comportamento-repetitivo-focado-no-corpo


https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-cerebrais,-da-medula-espinal-e-dos-nervos/doen%C3%A7as-causadas-por-pr%C3%ADons/kuru



https://www.folhadoprogresso.com.br/chamado-de-diabao-tatuador-brasileiro-amputa-os-dedo-para-ter-garras-de-demonio-veja/


https://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2022/09/25/diabao-revela-que-comeu-o-proprio-mamilo-na-pandemia-e-planeja-grudar-os-dedos-ansioso-video.ghtml


https://www.bonde.com.br/saude/corpo-mente/retirada-de-costelas-causam-riscos-a-saude-entenda-414376.html

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page